Oi gente! Até que enfim consegui assistir ao filme e posso tecer meus comentários ao dois juntos. Desde o começo, tive preconceito com o livro. Tenho um pré julgamento com best-seller, não sei o porquê mas tenho uma ideia de que como são populares e agradam a todos, a fórmula deve ser a mesma. Definitivamente, "A culpa é das estrelas" tem uma forma já conhecida: uma adolescente com câncer que se apaixona. Já vimos essa história em "Um amor para recordar" e tantos outros. Pois bem, li o livro sem qualquer spoiler, mas já previ o final. 



John Green tem algo a mais, algo que realmente faz a leitura fluir. O romance para mim, é existencialista. O tempo todo a vida e a maneira em que vivemos são colocados á prova. Mas o que realmente me encanta é como ele faz tão bem a arte de narrar em primeira pessoa. Hazel Grace é adorável e muitas meninas se identificam. Na parte, por exemplo em que ela diz que "o diagnóstico veio três meses após a primeira menstruação, você é mulher, agora morra.", esquecemos que a história é escrita por um homem! Outro ponto é o livro dentro do livro, sei que muitos como eu, ao acabarem de ler foram procurar por "Uma aflição Imperial". Ele não existe. Apenas no universo de Hazel e Augustus. Admiro muito autores que fazem esse tipo de coisa, livro dentro do livro, história dentro da história, sem contar que a desmistificação do Peter Van Houten foi ótima. Nem todo escritor é alguém tão celestial como a menina acreditava.

Sem filtro! Quando terminei, meu livro sobre a cama, a luz do sol fez isso ai! rs
A maneira como Green constrói os personagens também é magnifíca. Todos, digo, todos mesmo são personagens interessantes e que servem em algum ponto do enredo para nos fazer pensar. Gosto do Isaac. Gosto mesmo. Os pais de ambos protagonistas também foram bem construídos e emocionam tanto quanto os próprios. Agora, o personagem mais incrível é ele. Li em algum lugar que Gus é definido por três vertentes: charme, humor e otimismo. É exatamente isso! O monólogo que ele faz na cena em que a convida para Amsterdã, não é romântico, está longe disso. Mas ele tem uma áurea, uma essência, que qualquer uma suspira.
Falando do filme agora: Anzel Elgort foi realmente perfeito para o papel. Tudo que imaginei do personagem ele fez, ou até melhor do que eu esperava. Não sai aos prantos do cinema, mas em muitos pontos me emocionei sim, ainda mais com algumas músicas da trilha sonora rs. Alguém que me surpreendeu foi a Lidewij. A assisstente de Peter foi docemente mais fofa do que eu imaginava. Os flashbacks de Hazel também foram ótimos, quando li não a imaginei tanto descobrindo a doença. Se vocês leram o livro, sabem que tem algumas diferenças em relação ao filme, o que é absolutamente normal.

"“Não parecemos muita coisa, mas aqui nós temos cinco pernas, quatro olhos, e dois pares e meio de pulmões funcionais." - Gus Waters.
Já disse aqui várias vezes que adaptação é adaptação. De maneira geral, foi bem fiel ao livro, até porque o próprio John participou das filmagens. Entendo que, no final eles encontraram outra maneira de fazer tudo acontecer mais rápido porque era necessário mas, realmente gostaria de ter visto os dias que se passaram após, e não tudo tendo desfecho no mesmo dia. Listei algumas diferenças que acho que são importantes:

1- A amiga da Hazel, Katlyn não existe na adaptação cinematográfica. E a cena em que a menina pede para usar a cânula dela também não. E Hazel lendo as continuações do livro que ele a empresta.

2- Não falam da ex-namorada de Gus, Caroline, que também morreu de câncer. Isso é importante, afinal, ele só encarou a Hazel pela semelhança física das duas.

3- Algumas cenas do Isaac foram cortadas. 

4- Não explicam porque ela usa o termo "granada" e nem a citação de Shakespeare sobre a culpa não ser das estrelas.

5- A jornada que a Hazel encara no final, a procura do que Augustus escreveu, indo até mesmo ao quarto dele (isso deve ter sido doloroso). Entendo que foi uma saída do roteiro, mas....

Cinema investiu, queria levar para casa s2 

É isso, a obra é boa apesar de toda essa comoção. E espero, de coração, que as meninas tenham entendido o real significado de "alguns infinitos são maiores que outros", já que esses adolescentes são diferentes dos adolescentes de hoje. E que realmente enxerguem além do romance, porque "A culpa é das estrelas", é mais do que isso: é a vida, a filosofia, família e a morte.
Besos e até mais!

PS: Quem aqui quando fala O.K lembra? *-* rs


22 Comentarios

  1. Olá Juliana,
    Estou louca para ver o filme, mas tenho medo, muito medo rs.
    Depois de ler seu post eu vi que faltaram alguns pontos que eu, julgava, importantes. Enfim.. vou dar uma chance.
    Adorei a forma como você escreveu e suas palavras.
    Parabéns por tudo.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma chance sim! Estou pensando em ir de novo rs
      Obrigada pelo elogio linda!
      Beijooos

      Excluir
  2. Oi Ju..
    É verdade a história é contada por um homem..e o John escreve de uma maneira que encanta a todos com detalhes assim como o diagnóstico após a menstruação.
    Ah, não vi o filme ainda, mas não sabia que cortaram alguns fatos importantes. A citação de Shakespeare por exemplo era muito importante..rs Outras acho que nem tanto.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ele realmente é bom. Quero ler os outros títulos já, Le!
      Pois é, a citação é muito importante e foi cortada. Essas que citei foram as que julguei importantes, mas tbm houveram outras. Mas, em geral, é uma adaptação bem fiel mesmo!
      Beijos lindona

      Excluir
  3. Nossa quero muito ler esse livro! todos falam tão bem dele e só eu não li rsrs
    http://amandacristina14.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA, é bem bonito!
      Beijos e obrigada por comentar.

      Excluir
  4. Eu não li e nem vi o filme pois sei que vou chorar horrores.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA, mas vale a pena, Luiza!
      Obrigada por comentar, beijos

      Excluir
  5. Sinceramente, eu adorei o livro e o filme. Nunca assisti a um filme tão fiel ao livro quanto ACEDE!
    Também senti falta das mesmas cenas que você, mas obviamente alguns detalhes teriam que ficar de fora, já que foram apenas 125 minutos de filme, por isso perdoei a falta deles.

    Um beijo, linda!
    Seguindo aqui.
    http://oestranhomundodeisa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Isa. Apesar das diferenças, dá para perdoar, porque quando eles abrem a boca para falar exatamente o que esperamos, compensa. Sem falar da química inegável dos protagonistas! rs
      Beijos e eu já te seguia lindona!

      Excluir
  6. Sinceramente vai ser um saco assistir hahaa só vai ser legal pq vou te amar lá =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa de ser insensível hahahaha
      Vc vai gostar que eu sei rs

      Excluir
  7. Olá ><
    Gente, o livro é o filme é perfeito <3
    senti faltas de alguns detalhes no filme, mas fora isso eu não tenho nada a reclamar ^^
    Beijooos.
    rabiscosdamah.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! É sim, querida! Um amor <3
      Beijos e obrigada pela visita!

      Excluir
  8. Oi,
    Ainda não consegui ver o filme. Toda vez que vou no cinema já não tem mais ingresso.
    Confesso que nem tenho mt pressa pq to fugindo de gritaria! rs
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui em segunda, bem tranquilo, mas vi fotos de uma fila imensa mesmo! rs
      Beijooos e obrigada pela visita flor

      Excluir
  9. Sério que Uma Aflição Imperial não existe? '-'
    E eu ia mesmo procurar kkkk nem terminei de ler o livro ainda. Esqueci o coitado em algum lugar da minha bagunça aqui. Até o sol deu uma ajudinha no seu post ^^ A culpa é do sol huhu
    Nessa frase do Gus todos riram ^^ "cinco perna, quatro olhos..."
    Sempre que alguém fala Ok, eu respondo Ok e lembro *-*
    Beijinhos :*
    http://vidadebloguette.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe! Fiz uma busca assim que terminei a leitura rs
      O sol realmente me ajudou nessa foto, a culpa é dele!
      Isso, coloquei essa cena deles porque foi uma das melhores do filme e o curioso é que não existe no livro!
      Ah, OK? *-*
      HAHHAHA Bjos

      Excluir
  10. As pessoas estão falando tanto desse filme que agora fiquei com vontade de assisti-lo para saber se é tudo isso mesmo..rs
    A fórmula já conhecemos, mas parece que há um diferencial nesse filme... Veremos! rs
    Beijinhos
    :)

    http://cariocaemportugal.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  11. estou lendo o livro agora, e estou adorando *----*
    http://blogdapameladias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amo ler suas resenhas. Seus textos são muuuuuito bem escritos. Não é aquele tipo de texto que vamos "dando uma de prosfesora" e corrigindo mentalmente os inúmeros erros gramaticais hahaha... Sei que isso não é bem um elogio, por é o dever de um escritor saber "escrever", mas admiro muito seu blog por esse diferencial. E quanto ao livro e filme, com certeza prefiro o livro, pois é mais completo. Mas amei muito ver o filme e perceber as cenas da minha imaginação sendo reais, interpretada por atores, da mesma forma que eu via mentalmente. Confesso que quando eu vejo o filme antes de ler o livro, definitivamente, eu não irei ler depois hahaha. Tenho uma preguiça de ler histórias que eu já sei o final. Por isso adoro ler o livro antes e rever todo ele em apenas duas horas assistindo as cenas no filme. Eu sou uma leitora de romance. Como diz um amigo meu, só leio aguá com açúcar haha.. Sempre que fizer resenhas de romance eu vou amar ler. Mas gostaria que tu me indicasse algo que saia levemente do romance para eu expandir meus gostos. Um livro bom e não muito grande hahah.. Eu normalmente paro de ler os livros, denominados "chatos", antes mesmo da metade. Pensa em algo para mim? Beijos sua linda. Parabéns pelo blog. (OBS: Às vezes passo pelo seu blog sem comentar por preguiça, haha, mas adoro te acompanhar.)

    ResponderExcluir
  13. Se tem uma coisa que eu posso dizer desse livro é que eu chorei muito depois do capitulo 21. Não tive como me segurar mesmo sabendo o que ia acontecer com cada personagem, eu chorei como se estivesse vivendo com eles aquela historia e livros assim são os melhores de serem lidos. Eu amei o livro e adorei seu blog, já coloquei em meus favoritos.

    Meu blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir