Happy Halloween!!! Sempre amei o Halloween e sonho até hoje em comemorar essa data lá fora...onde ela é de fato comemorada. Enquanto ainda não posso, fico aqui planejando com festinhas do tipo, algo que faço desde criança. Hoje eu trouxe um descobrindo séries que gostaria de ter feito há muito tempo. Quem já ouviu falar da franquia de filmes "Scream" ai? Ou da série? Não? Então olha só:





 Olá pessoas, tudo bem?

 Um dos desejos que mais tinha antes de vir fazer o intercâmbio, era o de presenciar uma comemoração de Halloween típica. Com fantasias, doces ou travessuras e todas essas maluquices que não tem no Brasil.

Não é pelo clima de suspense e terror, é pelo o que representa essa data na cultura deles, eu acho isso bem legal. Claro que eu também gosto bastante de assistir filmes com esse climão e se você assim como eu só vai ficar na vontade das gostosuras e travessuras então junta-se a mim, faça uma pipoca e assista um bom filme de dar *medinho*




"A Esperança dói..."

Resultado de imagem para cartaz  tvd

E chegamos ao primeiro episódio da última temporada de TVD. Essa série que acompanho faz tempo e que faço reviews aqui no blog desde que comecei com ele (lá pela 5ª temporada?). Eu ainda estava pensando se continuaria escrevendo por aqui, mas bastou ver o episódio para ver que vai doer se despedir mesmo que nos últimos anos as reclamações se sobressaíram aos elogios. Então, nada mais justo do que dividir esse último ano. Começamos o episódio onde nos vimos pela última vez: Enzo e Damon "possuídos" pelo ritmo ragatanga e juntando corpos. O que descobrimos de primeira e eu gostei foi que, não são corpos aleatórios. A criatura que estava no cofre se alimenta de pessoas consideradas más. E eu que achei que os dois só tinham sido levados para o mal e não "trabalhariam" para a coisa.


Enquanto isso, percebemos que além de continuarem narrando tudo para Elena, apenas Caroline e Stefan estão tendo alguma felicidade. Bonnie sofre ainda com as lembranças e aparece totalmente cética no início do ep (algo que muda, isso ai Bon Bon). Alaric está trabalhando no Arsenal para descobrir como eles saíram do cofre e descobre um "tesouro" e as babys dele tem uma nova babá, super bonita, aliás. Damon desligou a humanidade para lidar com a escuridão e o que são destinados a fazer, enquanto Enzo deixa claro que ainda há 2% seu lutando, e deixa pistas para Bonnie. Mas as pistas não para encontrá-los apenas e sim para entender a criatura, já que nenhum dos nossos sobreviventes conseguiu entender até agora (até o vídeo da conversa da louca do hospício e o Enzo tem o áudio ruim)

Resultado de imagem para bonnie 8x01



E aí que a esperança surge para essa última temporada. Através dos sempre bem-vindos flashsbacks vemos mais do passado amoroso de #BonnEnzo e descobrimos a mitologia que a principio rodeará tudo esse ano: sereias. O fato se confirmou com a "criatura" se levantando ao final do episódio já "saciada" de tantos corpos. Isso realmente fez a esperança surgir, porque eles poderiam escolher outro caminho provavelmente saturado e nos fazer perder a vontade já no primeiro episódio. Agora nos resta esperar para ver como a mitologia da sereia vai se desenvolver e o que ela ainda vai querer de Enzo e Damon.



Quem aí gostou da estreia? Diante do que temos acompanhado, eu curti!


PS: Onde Alaric arrumou "arsenal" para ficar com o Arsenal?  A estagiária terá uma chance com ele?

PS2: No fundo Damon se alimenta "de Elena", ceninha só pros shippers Delena, sim ou claro?

PS3: Totalmente "who" a bruxa do Arsenal ir atrás das gêmeas e morrer, mas algo me diz que as meninas terão mais destaque esse ano. É isso que eu desejo ao menos.

PS4: STEROLINE MORANDO JUNTOS, OMG!

PS5: Quem é que não lembra do "Hello Brother?" Todos os episódios nessa temporada serão de frases marcantes ditas pelos personagens... nostalgia total né?


*ESSE POST, ASSIM COMO SORTEIOS NÃO É VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA


Dia 22 já... faltam menos de 10 dias para o Halloween. Eu sempre amei a data, acho que nasci no país errado, rs. Para começar a semana das "trevas", hoje a dica do blog parceiro Falando Série é justamente sobre o mestre do terror, Stephen King. Olha só:



























Oi gente! Hoje é dia de primeiras impressões. Recebi as nove primeiras folhas de "Contrariemos os desencontros" da autora Juliana Aguiar. Conheci minha xará em um evento de lançamento dos livros Illuminare. Ela participou de uma antologia e logo depois escreveu seu livro de poesias solo, que está demais. Olha só:








Hey! Hoje é o dia das crianças. Dia daquelas que tornam tudo possível, que possuem uma sinceridade real e uma birra aqui, outra ali... Trabalho com elas e me sinto sortuda! Ser criança é ser feliz. Pensando nisso, selecionei 5 filmes com crianças que marcaram a minha infância para o top de hoje. Vamos lá?
























Olá pessoas, tudo bem? 

"Negócio das Arábias" vai contar o caminho que Alan Clay percorre para tentar vender um produto da alta tecnologia para um rei da Arábia. É a última chance que ele tem e tudo parece ir por água abaixo quando seus planos começam a dar errado e ele se vê no meio do deserto sem expectativa alguma.



Oi gente, tudo bem? Quem me acompanha aqui no blog sabe que eu participava de um projeto 6 on 6,  há algum tempo e gostava muito de fazer. No mês passado, surgiu uma oportunidade voltar a esse tipo de projeto fotográfico, agora o 7 on 7. Pera, não entende o que é isso? Vou explicar:



































Aproveitando a estreia do filme "O Orfanato da Srta Peregrine para crianças peculiares", que foi dirigido pelo Tim Burton ( e está aqui no top comentarista, quem já viu?) hoje trouxe ilustrações dos personagens Disney se fossem desenhados por ele. Todo mundo conhece o estilo "sombrio" dele, então já dá para imaginar né? O artista que fez essa façanha foi o Andrew Tarusov. Dá para ver trabalhos dele aqui.






Hoje é dia de dica do blog parceiro Falando Série, que dessa vez traz um mangá. Eu que só li alguns na vida achei muito interessante, olha só:


Mangá josei Panini

The Wedding Eve - ou Shiki no Zenjitsu, no original - é o tipo de mangá que você irá pegar, folhear, ler e reler muitas vezes. E vai continuar sem saber se entendeu, ou não, tudo o que se passou no meio daquelas páginas preto-e-branco.