Primeiras impressões - Lady Killers: Assassinas em Série

By Cássia - 09:00

BOOK PREVIEW LADY KILLERS
imagem: DarkSide Books/Divulgação


 
Através da sua newsletter para leitores, a editora de livros DarkSide Books disponibilizou uma prévia do livro "Lady Killers: Assassinas em Série" para aguçar a curiosidade daqueles que possuem um interesse obscuro na história de mulheres assassinas.

Não vou negar que gosto muito de ler e aprender mais sobre o assunto, então não perdi a oportunidade de conferir a prévia de Lady Killers. O livro se compromete a contar a história de mulheres que foram assassinas em série durante a história da humanidade, porém, foram esquecidas por aquele que escrevem a história dos criminosos que marcam uma ou mais gerações.

A narrativa pretender trazer esse conteúdo deixando de lado todos os estereótipos que envolvem o corpo e a mente de uma mulher, mesmo quando se fala em uma assassina, é interessante perceber que nem elas escapam dos rótulos determinados pela sociedade.

A prévia do livro foca mais nessa apresentação e desconstrução da figura feminina como uma assassina em série. Claro que fiquei ainda mais interessada no assunto, e preciso ressaltar aqui o trabalho de diagramação, que através do PDF, já foi possível perceber o capricho da editora, que sempre se importa com os mínimos detalhes do design do livro.

→ Lembrando que o livro já foi lançado e pode ser encontrado no site das principais livrarias nacionais e também no site da editora.

Sinopse: Quando pensamos em assassinos em série, pensamos em homens. Mais precisamente, em homens matando mulheres inocentes, vítimas de um apetite atroz por sangue e uma vontade irrefreável de carnificina. As mulheres podem ser tão letais quanto os homens e deixar um rastro de corpos por onde passam — então o que acontece quando as pessoas são confrontadas com uma assassina em série? Quando as ideias de “sexo frágil” se quebram e fitamos os desconcertantes olhos de uma mulher com sangue seco sob as unhas? Prepare-se para realizar mais uma investigação criminal ao lado da DarkSide Books e sua divisão Crime Scene. (DarkSide Books)

  • Share:

You Might Also Like

9 Comentários

  1. Adorei saber suas impressões sobre este livro.
    fiquei tentada em ler, a gente vê muito caso de homens assassinos. tenho alguns livros do tema, mais como disse aborda mais o gênero masculino.

    beijos
    https://www.andressamonteiroblog.com/

    ResponderExcluir
  2. Tus entradas son estupendas ! Te espero por mi blog! Feliz día! 😘😘😘

    ResponderExcluir
  3. Faz tempo que estou de olho nesse livro, estou num tal de compro e não compro
    Beijos ♡ Blog | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  4. Quindi, perché il quadrante omega replica sembra l'occhio di una tigre, allora? O un omaggio Panerai replica laccato diamante alle macchie di inchiostro dello Breitling replica psichiatra svizzero Hermann Rorschach? Non una sola parola su questi da Rolex; siamo lasciati alla nostra IWC replica immaginazione. Per quanto riguarda le specifiche di base, la hublot replica custodia è la vecchia ma dorata custodia Audemars Piguet replica Oyster Cosmograph Daytona da 40 mm di larghezza, dotata di una struttura ad aletta non rimovibile che non consente di montare mai nessun bracciale Oyster in oro massiccio a tre maglie.

    Al suo posto troviamo il cinturino in elastomero Oysterflex con una lama in metallo flessibile integrata nella sua www.replicheorologio.it struttura. All'interno della solida cassa in oro 18 carati si trova il Rolex Manufacture Calibre 4130, esattamente lo stesso movimento che potresti trovare in ogni altro Cosmograph Daytona attualmente prodotto. La lunetta in ceramica Cerachrom è stata sostituita da 34 diamanti con taglio a trapezio, tutti incastonati in modo invisibile, accatastati l'uno vicino all'altro - gli esperti definiscono l'impostazione invisibile come la tecnica di impostazione più impegnativa nell'orologeria, come la preparazione della fessura, così come il tagliare, deve essere esattamente tutto.

    ResponderExcluir
  5. In ähnlicher Weise erfordert die Inhouse-Bewegung zwar auch einen höheren Wert, diese Perspektive erfordert jedoch die Annahme (oder den Nachweis),replica uhren dass die Inhouse-Bewegung einen höheren Entwicklungsstand, bessere Technologie, verbesserte Endbearbeitung und längere Servicezyklen widerspiegelt. oder erhöhte Genauigkeit.rolex replica In einigen Fällen ist dies der Fall, in anderen bedeutet dies, dass Sie sich für eine unbewiesene Bewegung entscheiden, die in Zukunft zu Kopfschmerzen führen kann (sei es schlechte Leistung, ein Konstruktionsfehler oder auch nur problematische Wartung). Während ein ETA-Uhrwerk alles andere als ausgefallen ist, ist es ein zuverlässiges, leicht zu wartendes und Chronometer-fähiges Uhrwerk, das sich gut für eine Sportuhr eignet. Tatsache bleibt,fake rolex niemand kauft einen MBII für die Bewegung. Es geht um das Design, das Gehäuse aus gehärtetem Stahl, die Anti-Schock- und Anti-Mag-Eigenschaften und die Geschichte in Verbindung mit Martin-Baker.

    ResponderExcluir