Olá pessoas, tudo bem? 

O Descobrindo Séries de hoje é sobre um seriado que acabou sendo cancelado em 2014, mas que assisti durante o tempo que esteve ativo e que recomendo muito que ainda seja assistido. A série vai falar sobre a vida de Tessa Altman e seu pai George, que após algumas situações resolvem sair da cidade grande e viver no subúrbio de New York.



O seriado então conta sobre a vida de Tessa Altman, após seu pai encontrar camisinha escondida em sua gaveta, ele decide que é hora de ir morar uma cidade mais calma e mais pacata, então eles vão morar em um cidadezinha no subúrbio de New York, a cidade de Chatswin. Tessa tem um humor sarcástico, ela é esperta, racional e cínica, uma das poucas garotas adolescentes que ainda tem um pouco de sanidade em meio à adolescentes um tanto quanto superficiais da nova cidade. O background meio cínico da Tessa vem do fato dela ter sido abandonada pela mãe ainda quando criança, então trata todos com uma certa distância de segurança.

George Altman é o pai de Tessa e é arquiteto bem sucedido.. Pai solteiro e bonitão, na faculdade ele ficou conhecido com o garanhão, aquele cara atraente e sempre convidado para as festas. Porém o tempo passa e ele se torna um pai solteiro há 16 anos, ele tenta diariamente ser um bom pai, nem sempre ele consegue, mas ele tenta. O relacionamento dos dois é diferente, Tessa chama seu pai pelo nome e parece ser a pessoa que influência e julga as decisões do pai.


Além dos dois personagens principais, a série conta com outros bem importantes e característicos para o seriado, entre eles:

- Dallas Royce: loira, alta, dentes bonitos, magra e rica. Ela é a típica dona de casa, sem necessariamente cuidar do lar, compras, unhas feitas e carro grade. Recém divorciada, ela e George passam a desenvolver um relacionamento, os dois começam a ser mais "amigos" quando ela o chama para instalar uma claraboia no quarto de sua filha Dalia. E a partir daí, a amizade vai crescendo até o momento que eles se tornam um casal não muito convencional.

- Dalia Royce: ela é a típica garota popular do colégio, magra, alta, loira, rica, adora uma fofoca, encontros, compras e produtos de beleza. Vive julgando os outros pelas aparências e se acha a dona do mundo. Dalia é atrevida, pretensiosa e um tanto malvada e mimada, mas tem um senso de humor bem peculiar. Dalia é o completo oposto da Tessa e é por isso que as duas não se suportam. 
- Lisa Shay: ela é a garota normal, não chama a atenção para ela mesma, com um humor sarcástico, ela se torna a melhor amiga de Tessa. Nem dentro de casa, Lisa consegue ser ela mesma e quando ela tenta, sua mãe está lá para repreendê-la. Sua família não a maltrata, mas fazem pequenas coisas para irritá-la, como por exemplo, sempre dar razão para o irmão e ignorá-la.


Entre esses que são os principais temos: Ryan Shay, irmão da Lisa, popular na escola e estrela do futebol e atleta da família. Malik LeFrique, amigo de Tessa e Lisa, único negro na escola e único amante do jornal da escola que ainda insiste em mantê-lo. Noah Werner é amigo de George desde a faculdade, eles acabaram perdendo o contato conforme os anos, mas após o incidente com Tessa, George resolve contatar Noah que aconselha-o a mudar para Chatswin.


O seriado é muito divertido e tem um humor sarcástico e irônico. Funciona bem como uma crítica à sociedade que preza pelas aparências e pelos bens que possui, tal qual pode-se dizer, pelo comportamento americano. Tem alguns personagens forçados, mas acredito que essa seja a intenção, a ironia é evidente, o que faz da série ser muito boa e bem humorada. Depois de um tempo comecei a me apagar com esses personagens suburbanos.

Por outro lado, apesar de Tessa criticar tanto as pessoas ao seu redor, ela passa a ser um pouco hipócrita e mais parecida com eles. As pessoas da cidade pensam ser melhores que os outros pelos bens que possuem, porém Tessa acredita ser melhor do que eles por não ser como eles, entende? É uma situação em que o julgamento alheio é a única coisa que vale a pena.


"Suburgatory" teve três temporadas e teve um cancelamento súbito no meio da terceira temporada, deixando o seriado sem um final decente. Eu gostei muito de assistir e valeu cada minuto. Os episódios possuem 22 minutos e foi criado por Emily Kapnek, o mesmo criador de "Selfie" (que também foi cancelada).

Enfim, eu gostava muito de assistir essa série, é uma pena que tenha sido cancelada. Sinto falta de um seriado assim para assistir, se vocês tiverem algum para indicar, estou aceitando.


7 Comentarios

  1. Eu adorava essa série, pena que foi cancelada!!
    Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar, mas acho que vou colocar na lista de séries para assistir auheuaehuaheuea Pode ser uma boa série para me ajudar a achar graça em séries de humor clichês ;)

    http://notasmentaisparaumdiaqualquer.blogspot.com/
    http://notadeliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Rosana.
    Eu também assistia a série e gostava bastante. O humor e sarcasmo da Tessa eram ótimos.
    A Dalia sempre estava com aquela de poucos amigos e de você está fazendo perder o meu tempo. Era bem divertido.
    Pena que a série foi cancelada.

    ResponderExcluir
  4. OI tudo bem..
    Eu adoro serie ,mas essa não seria uma que eu pararia pra assistir,nunca tinha ouvido falar dela mas nada nela me chamou atenção..
    um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da série, do seu enredo, do sarcasmo e humor presente nela, uma pena que tenha sido cancelada. Vou procurar para assistir.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Já tinha visto essa serie antes mas nunca tinha parado para ver sobre o que era a historia e lendo o post achei bem interessante, parece ser uma ótima comedia para assistir e quero ver o piloto!!

    ResponderExcluir
  7. Eu to assistindo agora, e to adorando também... ela me lembrou uma série muito boa mas que também foi cancelada, chama Melissa and Joey. É muito bom! É uma comédia dessas gostosas de assistir, uma pena ter sido cancelada.

    ResponderExcluir