Quanto tempo você fica,preparo o café ou a vida? Não sabe? Bem já era de se esperar que não soubesse, incrível como temos o dom de querer saber do futuro sem nem ao menos viver o presente, bem assim somos nós sempre em busca de respostas que podem evitar mais uma decepção. Sente-se e vamos conversar a principio vou preparar um café e não se assuste com o barulho menino é só a chuva lá fora.

Eu deveria lhe dizer que sou como ela mas tenho medo da sua reação, há quem não goste de pessoas chuvosas e há quem não saiba lidar com elas, fico me perguntando em qual das categorias você se encaixaria. Sou turbulenta, fria e as vezes chego a ser catastrófica, é menino essa sou eu, você tem guarda-chuva? Pois bem acho que deveria comprar.

Quanto aos raios e trovões? Não tenha medo, ao menos não agora eles não vão lhe ferir mas não posso prometer que será assim para sempre pois minha chuva menino não há meteorologista que possa prever, ela vem assim sem avisar com seus ventos e seus relâmpagos causando tristeza e até dor por onde passa. Açúcar ou adoçante no seu café? Eu vou de amargo, combina bem com dias nublados como esses que insistem em rondar minha mente barulhenta, se há dias ensolarados? São raros devo confessar são poucos os sorrisos que fazem o sol brilhar, olha até rimou não é mesmo?

Você pode vir sem problemas, sem preocupações eu só queria mesmo que soubesse que as vezes sou um furacão e que apesar de me preocupar com a sua reação decidi lhe contar, afinal é como dizem "mente desavisada induz um coração a partir" e bem eu não quero que você vá, talvez você seja o sol que falte no meu céu ou quem sabe aquele ar que torna um dia chuvoso mais bonito. Mas me diga menino quanto tempo você fica, preparo outro café ou a vida?


8 Comentarios

  1. Olá, o texto faz de nós, leitores, parte da situação, envolvendo-nos no universo do narrador, que parece até nos conhecer. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Que lindo, esse realmente é um assunto que nos induz a pensar, eu as vezes paro e penso o que ando fazendo da minha vida e as vezes apenas tenho a impressão de que não é suficiente.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Realmente querendo saber o futuro sem viver o presente.
    Quantas vezes não deixamos de fazer uma coisa por medo do que talvez vai acontecer no futuro ou que não vai.

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Sempre é muito bom quando nos deparamos com textos como o seu, repletos de verdades e reflexão. Obrigada por nos proporcionar esses momentos.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Amei o texto, é complicado ser tão confusa assim, é complicado ser uma bagunça, porque geralmente as pessoas não gostam de bagunça.

    ResponderExcluir
  6. A boa notícia para os dias de chuva é que o arco-iris está logo ali, na esquina daquela nuvem com o sol, só esperando para brilhar e inspirar o sentimento de esperança naqueles que realmente desejam ver.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, lendo o seu texto parece que eu estava me lendo, é tão eu!
    Sou chuva, furacão, raios e trovão, mas tento fazer durar os dias insolarados...
    Mas enfim, amei o seu texto!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Pessoas chuvosas são, geralmente, as mais interessantes. E preparar a vida é bom, mas quem é capaz de recusar café? auehauehauehua Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir