Hoje é dia de dica do blog parceiro Falando Série!


Considerado um sucesso de bilheteria nos Estados Unidos, Moana – dos Walt Disney Animation Studios – acabou de estrear no Brasil.



No filme, conhecemos Moana Waialiki (Aili’i Cravalho), a filha do chefe de uma tribo polinésia. Para salvar sua ilha, ela deve atravessar a barreira de corais – coisa que ninguém da tribo faz a gerações –, encontrar o semideus Maui (Dwayne Johnson) e ajudá-lo a devolver uma relíquia sagrada à deusa Te Fiti.


Sendo curta e grossa... Moana é um filme belíssimo. Do início ao fim.

Com uma heroína forte, aventureira e sem nenhum interesse romântico (#neednoman), Moana é mais uma amostra do novo posicionamento da Disney. Elsa, de Frozen, foi a primeira.

Em termos técnicos, no entanto, Moana é a melhor animação da Disney – literalmente! Uma busca no Google revela as novas técnicas desenvolvidas durante suaprodução. Da areia e dos tons azulados do oceano ao cabelo ondulado da heroína, é tudo tão detalhado.

Além disso, a trilha sonora se destaca muito. Não à toa “How Far I’ll Go” foi indicada ao Globo de Ouro de “Melhor Canção Original” em 2017. Para mim, entretanto, o melhor número foi “We Know The Way” de Lin-Manuel Miranda e Opetaia Foa’i.

Com uma animação brilhante, personagens carismáticos e uma trilha sonora absolutamente viciante, só tenho uma crítica ao filme: cadê o vilão?

Tamatoa (Jemaine Clements) é um caranguejo gigante (e malvado!). Seu número musical – “Shiny” – é muito divertido, mas é só. Diferente de outros, como JafarUrsula e Scar, ele não foi bem desenvolvido. E sua participação é tão curta, mas tão curta, que quase nos esquecemos dele depois.

Infelizmente, isso afeta o filme. Moana acaba ficando meio arrastado vez ou outra. Um herói (ou uma heroína, nesse caso) necessita de um vilão (ou uma vilã) à altura.

Mas isso sou eu!

Que tal tirar suas próprias conclusões? Um mar de aventuras aguarda você!

Thaís Cabral - Estudante de Publicidade, pseudo-escritora, leitora compulsiva e chocólatra. Gosto de séries de TV (americanas e/ou britânicas), filmes e anime/mangá.


2 Comentarios

  1. Nossaaa,eu estou doidaaa para assistir esse filme,adoro animações,e esse parece fugir um pouco dos tradicionais,sem falar que essa protagonista girl power é linda demais!! Super curiosa!!!
    Só fiquei triste por vc mencionar que o vilão quase não aparece na trama e concordo com sua opinião..poxa,são eles que dão aquela movimentada na trama,acho bem necessária a participação ativa deles na trama. Esse filme me parece recheado de aventuras e os efeitos especiais que você tb menciona,devem dar um toque a mais visualmente!
    Fiquei passada que uma canção do filme foi indicada ao Globo de ouro :o Que mérito p/ um filme de animação hein...Ainh,preciso assistir esse filme!
    Ótimaaa resenha flor,bjosss

    ResponderExcluir
  2. Ju!
    Não fui assistir Moana ainda, mas quero, tenho lido ótimas críticas sobre o filme, mesmo sem vilão...
    Sem contar que dizem que a fotografia do filme e as músicas/danças, são lindas!
    Desejo uma ótima semana!
    “A parte que ignoramos é muito maior que tudo quanto sabemos.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir