E "The Vampire Diaries" voltou a grade da CW em seu sexto ano. Saudades de quando era praticamente impossível aguardar pelo retorno da série na Fall Season, quando contávamos os dias e eu, que tinha tempo extra, revia todos ou alguns episódios. Esperei menos por essa estreia, afinal nada de criar expectativas porque é certo que Julie Plec e cia irão destruir a todas. Não estava muito animada também porque sabia que com a morte de Damon, Elena e seu looping eterno me fariam vomitar. Ou quase.


Falando sobre o episódio em si, foi um tanto calmo por apresentar as diferentes formas de lidar com o luto. Cada um do seu jeito, tentando sobreviver, 3 meses após o Other Side desmoronar e Damon e Bonnie partirem. Stefan foi quem mais me surpreendeu. Depois de buscar alguns meios para trazê-los de volta ele diz a Elena que desistiu e que chega uma hora que deve-se seguir em frente. Se tem uma coisa que sempre admirei na série foi o amor fraternal entre os Salvatores, e entendo a atitude de Stefan. Assim como entendo Caroline tentando quebrar o feitiço que retirou a magia de Mystic Falls, Alaric dando aula na faculdade e odiando ser um vampiro (o cara era um caçador!), Matt não se importando em viver em um lugar não-sobrenatural, Tyler, de humano á híbrido tentando flertar com a cosplay da Shakira, Jeremy meio rebelde como na primeira temporada, entendo até o Luke em dar as ervas psicodélicas á Elena por sentimento de culpa. Mas, o que não entendo, e não entenderei, é como desconstruíram Elesma. A personagem principal da série é a que mais irrita. Ela perdeu os pais, a tia, o Alaric, Bonnie (inúmeras vezes), mas diz não conseguir viver sem o Damon, SENDO QUE TERMINOU E VOLTOU COM ELE DURANTE TODA A 5ª TEMPORADA! Coerência passa longe. Tudo bem que aquela velha história "perdendo se dá valor" pode se encaixar aqui, pois ela não imaginaria que ele morreria, mas GENTE, pode sofrer, chorar, mas uma hora isso tem que acabar. Depois de se tocar que as ervas a estavam fazendo mal e querer dar adeus a Damon, ela diz que ele a deu tudo que queria: um amor fulminante e paixão. Ok, Elena, pode até ser que no começo tenha sido assim, enquanto você estava com Stefan também, mas depois? Lembro muito bem das incontáveis dr's entre os dois, e o Salvatore mais velho dizendo que não era para ela. De fulminante só tinha a eminência de términos e términos. Não achem que minha visão é assim porque sou (ou era) Stelena. Vejam que em momento nenhum falo de Stefan. Minha visão é assim porque simplesmente vejo que a personagem foi destruída. Depois de incontáveis "I can't" e "Elena, move on". simplesmente cansei da choradeira. Tá certo que Nina é uma ótima atriz, mas tantas coisas poderiam ser exploradas na tela, que parece um erro seguir com TVD. E ela pedindo a Alaric a compelir (tinha esquecido que ele pode fazer isso, Original eba!) a esquecer o Damon é um drama a mais adicionado à lista. #Preguiça
Aquele final Bamon parecia comercial de margarina. Confesso que estou curiosa para saber o que de fato aconteceu com os dois. Vamos acompanhando para ver como acaba, e aonde chega.



PS: Caroline chateada com Stefan porque não se despediu, e ele quebrando o celular com a mensagem dela, foi de cortar o coração.

PS2: Damon de xadrez e fazendo vampiro na panqueca, wtf?

PS3: Cadê Enzo?

PS4: Tragam Kath de volta!

Besos!









4 Comentarios

  1. Eu parei na 4 temporada, sei lá pra mim ficou xato :/

    Ultima resenha literária do blog, livro pérola na areia -> http://www.byanak.com.br/2014/09/perola-na-areia-tessa-afshar.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Karla!
      A partir da 4ª que deu uma desandada mesmo, mas eu vou até o final para ver no que dá, não consigo parar.
      Beijos e obrigada pela visita.

      Excluir
  2. eu amo esta serie, adoroooo, e super recomendo tbm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia! Que bom, então acompanhe as reviews semanais da 6ª temporada!
      Beijos

      Excluir