E aí, lokões e lokonas? HAHA. Não tinha outra forma de começar esse post, se não dessa maneira. Já digo de imediato que não conhecia o Christian Figueiredo. Sim, ás vezes sou meio desatualizada, principalmente com vídeos do Youtube. Para quem não sabia como eu, o Chris (sim, agora me sinto íntima) é um youtuber famoso. Ele mesmo cria, filma e edita seus vídeos. Teve um livo publicado pela Novo Conceito e na Bienal foi lançada uma continuação, ou como ele gosta de nomear "as histórias que tive medo de contar". Eu recebi um exemplar em parceria com a editora e vim correndo contar minhas impressões para vocês.



Eu fico loko 2 - As histórias que tive medo de contar.
Autor: Christian Figueiredo de Caldas.
Editora: Novo Conceito
Idioma: Português
Páginas: 154
ISBN: 9788581637822



Tô de volta, meus lokões e lokonas! Pra deixar vocês ainda mais ligados nas minhas aventuras! Como todo adolescente, eu já aprontei bastante e sobrevivi a muitos sentimentos. Alguns deles eu descrevo nos vídeos do canal 'EU FICO LOKO', onde tem uma galera que me acompanha. Outros, guardo para estes encontros especiais que tenho com vocês, através dos meus livros. Viagens, escola, festas, namoros, amigos, família, Copa do Mundo... cada um desses assuntos traz ótimas recordações. E muitos segredinhos, também. Se você gostou das histórias do meu primeiro livro, vai ficar ainda mais ligado nas situações que reservei para esta continuação! Ou, como eu adoro dizer, “As histórias que tive medo de contar” no último livro. Ficou MEGA curioso? Então chega mais! 

E confesso: tive certo preconceito. Como não conhecia o Christian, ao ver todo aquele alvoroço na Bienal, imaginei que fossem apenas fãs histéricas. Na verdade, eu nem imaginei que ele também escrevia para valer. E como é bom quando a gente se engana de uma forma positiva não é: As duas versões de "Eu fico loko" não são só a extensão do canal do garoto, são uma espécie de diário, onde através de crônicas bem humoradas ele conta situações da sua vida pessoal. Me identifiquei muito, porque como já dizia um professor meu na faculdade, cronista hoje em dia é raridade. Todo mundo quer ser poeta, isso sim dá "status". Mas transformar situações cotidianas em ótimos textos, é para poucos. Eu respiro crônicas! E foi assim que o Christian Figueiredo me ganhou.



Essa continuação, além de uma capa bem bacana, tem fotos da infância e juventude do autor e uma introdução feita pelo pai dele. Um amor! Também tem uma parte final, escrita por um dos melhores amigos, que participou dos primeiros vídeos do canal. Ele conta um dos maiores medos do Chris e revela algumas situações que já viveu com o mesmo. Achei muito legal ter duas pessoas próximas a ele falando um pouco de como ele é realmente, só fez com que a vontade de conhecer mais sobre o Christian aumentasse.



Em relação as crônicas, não há pudor algum em contar situações bizarras que aconteceram na sua vida, utilizando uma linguaguem informal e alguns palavrões. Sim, oras! Christian é um menino e como qualquer outro teve medos, angústias, amigos sem noção, viagens memoráveis e garotas. Porque através dos seus textos percebemos que ele é um cara sensível e que nunca soube chegar bem no sexo oposto. Ele também tece comentários em algumas situações que tornam tudo mais cômico. Claro, como ele diz em alguns momentos, agora é hora de dar risada, mas no momento em que viveu aquilo, era de chorar.



Se eu recomendo o lokão: muito! Qualquer pessoa, independente de gênero e idade pode se aventurar e dar boas risadas com o Christian Figueiredo, já que a pretensão é apenas desabafar sobre alguns fatos. Os meninos mais tímidos vão super se identificar e as meninas (SIM, AGORA ENTENDO!) se apaixonar pelo fofo que é o Chris.


PS: Lívia, ou seja lá qual for o seu nome, se eu fosse você, depois de ler esse livro procuraria o boy.


PS2: As histórias são muito boas mesmo, mas fiquei apavorada com o Luca e seu tolocão na Copa do Mundo e o taxista mafioso. Socorro!!

PS3: Ao final, tem umas páginas para o leitor escrever um pouco das "suas coisas". Adorei esse estímulo!

Nem preciso dizer que virei lokona né: hahaha



Ah! Aguardem por novidades incluindo marcadores do lokão que a editora presentou na Bienal; Besos



10 Comentarios

  1. E o resultado do sorteio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acompanhe os resiltados na página do face, nem sempre são postados aqui no blog. Só dar uma olhada na barra lateral :)
      Bjs

      Excluir
  2. Apesar de eu conhecer muitos youtubers, eu só passei a conhecer o Christian Figueiredo após o lançamento do seu primeiro livro. Como eu não assisto os vídeos dele, e não o acompanho em nenhuma das redes sociais, eu não tenho interessei em ler os seus livros. É a primeira vez que vejo esse livro por dentro, e vi que o livro está com uma diagramação incrível. Sem falar essas ilustrações que ficaram ótimas!

    ResponderExcluir
  3. Ju, eu já conhecia o Christian Figueiredo, mas não sou muito fã dele, curto seus vídeos mas nada de exagero. Os livros Eu fico Loko e Eu fico Loko 2 não me interessaram no começo, mas com sua resenha dá pra perceber que a leitura flui de uma maneira surpreendente, mesmo para quem não assiste aos vídeos do youtuber. Não é um hiper desejado, mas entrou para a minha lista. P.S.: Amei a diagramação geral do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ele surpreende. Eu que não conhecia li super de boa. A Novo Conceito arrasou na diagramação. Beeeijos

      Excluir
  4. Eu não conhecia o Christian Figueiredo, só fui saber do canal dele quando vi o lançamento do livro. Só tinha lido uma resenha sobre o livro, e ela me desmotivou a procurar saber sobre ele, mas lendo sua resenha mudei totalmente de ideia em relação ao livro, agora fiquei com vontade de ler. Ótima resenha!
    Abraço! =D

    ResponderExcluir
  5. Lokão sendo lokão, é uma definição simples pro talento do Chris, li os livros dele tanto o primeiro quanto o segundo em apenas duas tardes cada, e ri pra caramba com tanta história engraçada, pena que muita gente tem preconceito quanto a livro de youtuber.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu mesma tinha Lucas! Mas o Chris é muito talentoso!
      Beijinhos

      Excluir